Seja +

Perguntas e respostas de amor

Pergunta: Quero um compromisso!

“Oi,
Sou cliente do site desde 2003, quando me divorciei... nesse período conheci diversas pessoas, inclusive namorei algumas. De uns tempos pra cá, percebo uma maior dificuldade em conseguir e manter contato. Todos me dizem que namoros pela internet não funcionam, mas acredito que há pessoas bem intencionadas aqui, assim como eu. A impressão que tenho é que ninguém, hoje em dia, quer uma família ou filhos, enfim... só azaração, sexo sem compromisso... Eu não quero isso: Quero uma família. Mando muitos recados, mas as moças sequer leem. Sinto que no mundo de hoje qualquer banalidade é motivo de rompimento e não há mais o comprometimento que havia outrora.
Amigos me dizem pra sair à noite, mas será que a balada também é um lugar adequado para encontrar alguém do bem? Sou extremamente educado, sei articular uma conversa, mas parece que nada adianta. Há dois anos venho tendo namoricos que não passam de semanas. As pessoas se dizem uma coisa e depois se mostram outra.
O que está havendo entre homens e mulheres? Por favor, me deem uma luz, pois ando bem desanimado... Abraços" (05/07/2011).
Sinto a mesma coisa que ele descreveu. Eles olham minha foto, mandam perguntas e não voltam mais. Gostaria também de alguém que realmente queira algo mais sério... Beijos.

Resposta: Além dos comportamentos que se originam da mudança das mentalidades, de modos diferentes de encarar e resolver situações, existe, sem dúvida, alguma distorção na maneira de avaliar os associados de sites de relacionamentos, já muito mais familiarizados com os sites em outras culturas. Seu papel é de aproximar pessoas interessadas em ampliar seu rol de conhecimentos com o objetivo de encontrar um parceiro ou um amigo. Claro que vários fenômenos contribuem para uma mudança social, para que crenças e valores sofram alterações mas isso não vem ao caso aqui.
É importante para você descobrir sua dificuldade de se adaptar à realidade atual. Não digo que aceite tudo e que abandone certos padrões que sejam muito importantes para você. Mas talvez existam aspectos em sua pessoa que possam ser modificados no sentido de obter mais êxito em sua vida amorosa.
Seu caso, me parece, depende de uma mudança interna, de uma abertura maior para a vida, para conhecer pessoas, sem tantas expectativas negativas. Observe-se, converse com alguém de confiança sobre você. Alguém que tenha a coragem de lhe dizer algo sobre você, mesmo que isso a aborreça. Não é gostoso ouvir coisas desagradáveis sobre nós. Ninguém gosta, mas é preciso, sobretudo quando se delega a alguém esse direito que, no fundo, é um favor que o outro lhe faz.
Você responde as perguntas que lhe fazem e eles não voltam mais? Por que será? Examine suas respostas e sua forma de se comunicar. Superficial? Submissa? Autoritária? Sem naturalidade? E as perguntas se sucedem quando queremos nos compreender. Busque as respostas. Faça isso. Muitos são bem sucedidos; por que não você? Ninguém sabe exatamente quem é porque pode reagir de forma totalmente nova em uma situação nova, por exemplo. Pare de colocar a culpa toda fora de você, ok?

Abraços,
Thaïs

Respondido por

Dra. Thais Oliveira Psicanalista

36 anos de prática psicanalítica e 8 anos com grupos terapêuticos mistos em consultório particular; 6 anos de experiência com grupos de discussão; Formação em psicologia na PUC-Rio; Especialização em Psicologia Clínica, Formação psicanalítica e em Grupoterapia na Soc. de Psicanálise Iracy Doyle, Rio.

Publicidade